segunda-feira, 18 de junho de 2007

Orgasmo multiplo.

INTRODUÇÃO

A técnica de indução de orgasmos femininos é um método antigo que não foi inventado, e sim compilado, não funciona automaticamente, e é necessário entrosamento e atração entre os envolvidos na sua prática.

DESCRIÇÃO

Os orgasmos infinitos femininos, ou orgasmos múltiplos progressivos são uma série de orgasmos que a mulher vai tendo, cada vez mais fortes, até que, em torno do décimo orgasmo, a mulher cai em sono profundo. A intensidade, quantidade e velocidade dos orgasmos varia de mulher para mulher.

PROCEDIMENTOS INICIAIS

Para uma mulher atingir o orgasmo múltiplo é preciso, que antes de tudo ela esteja excitada e atraída pela situação. Como em uma média as mulheres tem dificuldade de se entregar e confiar em um parceiro novo, esta técnica tende a apresentar maiores resultados em pessoas que já se relacionam a algum tempo e já adquiriram um nível de confiança mútua maior. Fique sempre atento para as expressões faciais, sons, movimentos ou qualquer outra coisa que a mulher possa lhe passar como informação. O seu sucesso depende diretamente da sua capacidade de saber se a mulher está fria ou quente na relação Uma excelente forma de aumento de rendimento é ter a relação dentro do ambiente de fantasia da parceira, o que aumenta o seu nível de excitação.

EXEMPLO DE FANTASIAS MAIS COMUNS:

Carros, praias desertas, lugares com pessoas passando, elevadores, situações de perigo em geral, sado-mazoquismo (consentido), roupas e uniformes civis e militares, mesa da cozinha, pia do banheiro, laje, terraço e etc.

EXEMPLO DE FANTASIAS MENOS COMUNS:

Toilet sex, Rape sex, animais, profissões (fotógrafo, ginecologista, padre, professor, etc). Via de regra as mulheres; diferentemente do homem, que se excitam mais visualmente; tendem a ficar mais atraídas por impulsos físicos, como o beijo, o abraço e carinhos em geral. Tenha isso em mente para um bom rendimento. Outra forma de captar a concentração feminina de uma maneira bem eficiente é sussurrando e/ou gemendo em seu ouvido. O que vai ser sussurrado muda muito de mulher para mulher, algumas sugestões são: palavras de amor, pornografia leve, pornografia pesada, ofensas leves, ofensas pesadas, etc. É necessário saber exatamente em que tipo a mulher se encaixa, pois, o uso errado destas causa efeito contrário.

TÉCNICA:

Para se alcançar o objetivo em questão, a maneira é fazer com que a mulher tenha o maior número de áreas sexuais estimuladas ao mesmo tempo. As áreas principais para a maioria é: boca, peito, ânus, vagina, clitóris e bumbum. Como não existe regra, podem haver áreas diferentes para cada mulher, como os pés as mãos, a clavícula, o pescoço, a parte posterior do cotovelo e outras. Em um futuro será descrito como excitar essas áreas menos comuns.

A POSIÇÃO:

Existem duas posições principais nas quais foram conseguidos bons rendimentos: posição ginecológica, e de quatro. Uma outra alternativa é uma semi-cambalhota, mas essa é mais complicada.

BOCA

Beijo é fundamental, muito bem conhecido, não cabe a este texto ficar descrevendo uma forma de excitação tão bem difundida

PEITO

Outra forma de excitação bem conhecida, e uma das mais importantes. As melhores maneiras de excitação são: com os dedos em movimento circular em volta do bico, com os dedos no bico, comumente chamada de sintonia de rádio, e com o lábios, individualmente ou apertando os dois com a mão de forma a tentar chupar os dois ao mesmo tempo.

ÂNUS:

Muito controvertido, geralmente adorado pelos homens, nem tanto pelas mulheres, é parte fundamental do processo. É muito recomendável que você conheça a pessoa, e faça uma higienização antes dessa fase, depois disso, não há muito problema. Abaixo algumas maneiras de excitação anal: Beijo, beijar a entrada do ânus causa excelentes resultados Introduzir a língua , tão eficaz ou melhor que o primeiro item. Deve-se penetrar com a língua o mais fundo possível, para isso, a melhor posição é a de quatro com o peito abaixado, formando um triângulo. Introduzir o dedo , introduzir um dedo, ou mais de um ser for o caso, preferencialmente lubrificado, causa boas sensações, a parte mais sensível é a superior, logo abaixo da vagina, mais ou menos a 3 ou 4 cm do ânus. Procure massagear de formas variadas, em círculos, vibrando, pressionando e tente descobrir qual a que fornece melhores resultados . Penetração: Outra forma apreciada e detestada é a penetração anal, também bastante conhecida, todavia, não se aplica bem a técnica abordada. Plug anal: plug ou pênis artificial é um bom artifício para excitação anal, causa uma sensação de preenchimento maior. Com ou sem vibrador, procure escolher um que não seja muito grosso, e que tenha um formato e cor simpáticos.

VAGINA:

Parte fundamental da técnica, todavia, não tão bem explorada, como deveria ser. Abaixo algumas sugestões: Língua: Passar a língua na porta da vagina inicialmente para um pré-aquecimento, e só depois disso colocá-la bem fundo na vagina. Procure de preferência excitar as parte superiores, o mais próximo do Ponto G, que fica na metade do caminho entre a entrada e o colo do útero. Movimente a língua ao máximo, para cima e para baixo, de um lado para o outro e movimentos circulares. Depois de uma excitação vigorosa, pare por 10 segundos, isso vai parecer uma infinidade para a mulher, e vai deixá-la mais propensa a próxima excitação, depois do que retome o processo. Pode-se também intercalar uma penetração profunda com uma superficial, na porta. Distribua beijos por toda a área da vulva. Sugue os grandes e pequenos lábios. Sem dúvida a melhor posição para a penetração vaginal é a de quatro, segura-se a cintura da parceira, com a língua na entrada da vagina, e puxa-se contra o seu rosto com força. Um alternativa que também rende bons resultados é a posição ginecológica.

DEDO:

Tão excitante quanto a língua, para algumas até melhor, é a excitação da vagina através dos dedos, em condições normais, um ou dois. O número de dedos vai com o gosto da pessoa, mas, um dedo apenas é melhor para acariciar o ponto G, este, como foi dito, fica na metade do caminho entre a entrada da vagina e o colo do útero, na parte de cima logo abaixo da barriga, contudo, você só o vai identificar a diferença na textura da mucosa vaginal após uma boa excitação. Algumas pessoas sentem mais rugosas outras chegam a encontrar uma espécie de fio tensionado, caso o encontre, este é o melhor lugar para acariciar. O movimento ótimo para ser feito é o movimento em forma de oito, com o centro do oito sobre o ponto G. Alterne movimentos de fricção forte e rápida, com suaves e lentas, mude para carinhos externos e depois para outros profundos chegando até o colo do útero.

CLITÓRIS:

O clitóris é a parte decisiva da técnica, e existe uma infinidade de formas de excitá-lo. Serão descritas algumas aqui. Massagear o clitóris com um dedo, o polegar ou o indicador, de preferência lubrificado com saliva. Faça movimentos com delicadeza para não doer. Pode-se colocar o clitóris entre o dedo indicador e o maior de todos e fazer movimentos circulares, esta forma é complicada de se executar, mas também tem bons efeitos. Beijar o clitóris, levemente, fortemente, ou alternando, são excelentes maneiras de aquecer uma mulher. Passar a língua: das formas de acariciar o clitóris esta é a mais diversificada. Um dos movimentos de maior sucesso é o que se faz em forma de oito, com o centro do oito sobre o centro clitoriano. Outra forma é o de cima para baixo, e de um lado para o outro. Procure sempre atingir o clitóris pela parte de baixo dele, levantando a pele que o recobre com o auxílio suave das mãos ou dos lábios, esse ponto é o de maior sensibilidade, e provoca efeitos mais rápidos. Outra abordagem é começar os trabalhos com o clitóris fazendo um mínimo toque com a língua ou com os lábios, quanto menor melhor, e a partir daí, aumentar progressivamente. Apertar entre os lábios e chupá-los também causa um bom efeito. Varie sempre a velocidade e intensidade dos movimentos, até achar a forma adequada. Extraído do livro Practical Office Gynecology - Biblioteca do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Rio de Janeiro

PROCEDIMENTOS FINAIS

Para se chegar a etapa final que são os orgasmos múltiplos é preciso ter em mente uma regra básica, quanto mais sensações a mulher estiver sentindo ao mesmo tempo, e mais excitada ela estiver melhor.

PRIMEIRA ETAPA: AS PRELIMINARES

Para a primeira parte é necessário empregar um bom tempo nas etapas de beijo, de preferência pelo corpo todo, e na de excitação das mamas. A etapa seguinte deve ser feita somente depois de a mulher estar com um bom ímpeto sexual, caso não esteja, a possibilidade de insucesso é mais alta.

SEGUNDA ETAPA: O CLITÓRIS

Tendo concluído a fase anterior, o passo seguinte é a massagem do clitóris com as mãos, pode-se passar direto aos lábios ou língua, mas, começando-se com as mãos, a língua terá seu efeito multiplicado. Uma analogia para o que acontece são situações de quente e frio, ou doce e salgado, exemplo, se coloca as mãos em uma água muito gelada e depois troca-se para uma água muito quente, esta vai parecer bem mais quente do que realmente está.

TERCEIRA ETAPA: O ÂNUS

Para a terceira etapa, que também só deve ser feita após ter-se resultados satisfatórios com a fase anterior. Escolhendo a excitação com a língua, deve-se fazê-la, juntamente com a massagem do clitóris. Lançando-se mão da introdução anal de um dedo, também deve-se manter a língua ou os lábios no clitóris. Observe que para o caso da opção ser o anél COMPANHEIRO, é preciso preparalo antecipadamente, para que não haja perda de tempo, e com isso, redução do ímpeto sexual.

QUARTA ETAPA: A VAGINA

Concluindo o processo está a quarta etapa, se a moça não estiver bem quente neste momento, talvez seja melhor recomeçar. A experiência mostrou que ótimos resultados são alcançados da seguinte forma: mantém-se a excitação anal com uma das mãos, outra mão passa a massagear o clitóris, e os lábios beijam a vulva, primeiro bem levemente, e a medida que o tempo passar, cada vez mais forte, até que chegue o momento de penetrar a vagina com a língua, primeiramente só na entrada e progressivamente o mais fundo que for possível. Depois de um espaço de tempo empregado desta forma, alterna-se os lábios para o clitóris e os dedos para a vagina, também aí deve-se primeiramente excitar a entrada e depois lá dentro. Procure o ponto G, como foi descrito anteriormente, e passe a massageá-lo vigorosamente, pode-se empregar bastante força nisto, cuidando-se apenas para não encostar a unha, que certamente fará um corte na mucosa. Mantenha este procedimento, ânus, vagina e clitóris, mudando de vez enquanto uma das mãos para as mamas, bumbum ou o resto do corpo, e depois voltando ao mesmo local.

CONCLUSÕES

O tempo para a mulher começar a ter os orgasmos múltiplos vai variar de uma para a outra, pode ser que não se consiga os resultados desejados na primeira tentativa, mas a medida que o timing da parceira seja sincronizado, o processo vai ficar bem mais fácil. Se a mulher nunca tiver usado o ponto G, e sendo este devidamente estimulado, sua parceira pode vir a ter reações muito fortes, podendo vir a ter uma ejaculação. Já foi observada situações de a mulher ter quinze minutos de orgasmos em séries intermitentes. Geralmente nenhuma resiste a mais de dez, caindo em sono profundo, completamente exausta.


Pesuisado em:
Gaia home sex.

9 comentários:

Elizandra disse...

Importante lembrar que o músculo pubococcígeo contrai involuntariamente ao término de cada micção, basta observar, sem precisar interromper o fluxo da urina, pois prejudica a saúde das vias urinárias. O exercício consiste em imitar esse movimento voluntariamente, por quinze minutos ao dia. Assim previne-se saúde e sensibilidade sexual.

Anônimo disse...

oláá ! como ter um orgasmo masturbando-me sem o clitoris sem me penetrar ??? beijos e por favor responda rapido

Anônimo disse...

*oláá ! como ter um orgasmo masturbando-me com clitoris sem me penetrar ??? beijos e por favor responda rapido

sâmella disse...

Gostei muito das dicas, vou fazer isso com meu namorado

Anônimo disse...

olá pessoal, tenho 28 anos e a minha noiva 23.
a duvida é a seguinte;
como posso saber se ela teve orgasmo?
ela perdeu a virgindade comigo, e agente se ama muito.
na hora que agente se ama, passa alguns minutos apos a penetração, e... ela começa a tremer o corpo todo literalmente, e fica extremamente molhada.
eu tambem adoro fazer sexo oral nela, e... todas vez que eu faço ela treme, e tentar apertar minha cabeça com as pernas, e... tambem fica muito molhada, chega a escorrer...
será que isso é orgasmo nela?

espero que me ajudem, pois eu amo muito ela, quero dar o maximo de prazer a ela.

Anônimo disse...

ola! toda vez que minha esposa chega ao orgasmo ela pede pra parar de tocar no clitoris pois segundo ela fica com muita sensibilidade, que parece dar choque, isto é normal? obrigado

Claudio Elias Do Nascimento disse...

Até voce aqui kkkk

JuanCasanova007 disse...

Há 30 graus do umbigo na parte interna da vacina em cima. Estimule como se estivesse fazendo vem cá com os dedos.

JuanCasanova007 disse...

Sim, é como um homem fica depois de ter um orgasmo. Precisa de um tempo para se recuperar.